Normas de Funcionamento

Publicado em Escolas / JI

Âmbito

O presente documento visa estabelecer as normas de funcionamento da Ludobiblioteca do Alto da Peça, sito na Praceta Dr. António Gonçalves Amaral – Alto da Peça, 2645-130 ALCABIDECHE

 

Conceito de Ludobiblioteca

Ludobiblioteca é uma estrutura lúdica que privilegia a relação entre o binómio ciência/ludicidade e leitura/ludicidade de educação não formal de apoio à actividade lectiva de animação socioeducativa, enriquecimento curricular e extracurricular que pretende proporcionar um espaço e um tempo privilegiado para ler, jogar, brincar e aprender para a população escolar e de uso partilhado com a comunidade.

 

 

Princípios Orientadores

  • Promover a actividade lúdica e a animação socioeducativa como estratégia fundamental para o desenvolvimento harmonioso da criança e do jovem e do adulto.
  • Criar espaços e relações de suporte e de apoio que facilitem e estimulem o estabelecimento de relações interpessoais e intergrupais através da valorização do livro e do jogo.
  • Desenvolver projectos que estimulem a participação, a livre expressão e a autonomia.
  • Desenvolver projectos e iniciativas que promovam a relação ludobiblioteca/escola/família/comunidade.

 

 

Organização e Modelo de Funcionamento da Ludobiblioteca

Parcerias

Para a gestão da Ludobiblioteca do Alto da Peça é estabelecida uma parceria entre Câmara Municipal de Cascais, através do Departamento de Educação – DED, e a Junta de Freguesia de Alcabideche (JFA) e em colaboração com o Agrupamento de Escolas de Alcabideche.

No âmbito do Laboratório científico serão estabelecidas parcerias com instituições, nomeadamente Centro de Interpretação Ambiental, Centro Ciência Viva, Departamento de Ambiente da CMC, Estação Agronómica de Oeiras, Instituto Gulbenkian de Ciência, Faculdade de Ciências de Lisboa, Instituto Superior de Psicologia Aplicada e Museu de História Natural permitindo a partilha e enriquecimento de diferentes recursos e saberes.

 

Espaços

O funcionamento do projecto da Ludobiblioteca obriga à utilização de vários espaços, nomeadamente: recepção/acolhimento, Ludoteca, Biblioteca, gabinete de equipa [bastidores de funcionamento], arrecadações e instalações sanitárias.

Utilizadores

A Ludobiblioteca é um espaço aberto à população escolar e comunidade em geral para um público individual [entre os 3 e os 5 anos de idade, as crianças têm de ser acompanhada por um adulto] e institucional [Jardins de infância, escolas da rede publica e privada e instituições sem fins lucrativos], jovens, adultos [docentes, funcionários, outros].

Condições de acesso

Utilização da Ludobiblioteca:

1 – Em actividade lectiva, para população escolar local:

a) Público individual, através do preenchimento de uma ficha de inscrição, emissão de um cartão de sócio;

b) Grupos e instituições, com marcação prévia, por meio electrónico, telefónico ou presencial e através do preenchimento de uma ficha de inscrição e emissão de um cartão de sócio;

 

2 – Para a comunidade em geral:

a) Público individual, através do preenchimento de uma ficha de inscrição na área de acolhimento/recepção, emissão de um cartão de sócio, pagamento de quota de sócio e pela frequência de ateliês específicos;

b) Grupos e instituições, através de marcação prévia por meio electrónico, telefónico ou presencial, mediante o pagamento da quota de sócio e/ou pela frequência de ateliês específicos; e ainda, através do preenchimento de uma ficha de inscrição e emissão de um cartão de sócio.

NOTA: o transporte é da responsabilidade da instituição visitante.

 

Documentação necessária para inscrição:

- Documento de identificação e cartão de contribuinte do responsável;

- Cartão de saúde do utilizador;

- Contactos do responsável (morada e nº de telefone);

A inscrição de utilizador implica obrigatoriamente a assinatura do encarregado de educação.

 

É obrigatório a apresentação do cartão de utilizador sempre que frequente o espaço.

 

Valor de quotas

Para a comunidade em geral:

Público individual, grupos e instituições

 

Individual

Grupo/instituição

Oficinas

Semana

1 €

20 €

4€

Mês

4 €

 

 

Ano lectivo

20 €

 

 

 

Horário

O horário estipulado para o funcionamento da Ludobiblioteca é:

Comunidade educativa: Dias úteis das 10h00 às 12h00 e 13h00 às 17h30 (excepto 2ª feira para descanso da equipa da Ludobiblioteca).

Nota: à 2ª feira, a Ludobiblioteca pode ser utilizada pela população escolar da EB1/JI do Alto da Peça, quer acompanhado pelo professor de turma, em horário lectivo, quer pelas assistentes operacionais da escola, em períodos de intervalo.

Comunidade local: Sábados das 10h30 às 12h30.

 

Encerramento das instalações

A Ludobiblioteca do Alto da Peça encerra à 2ª feira para descanso do pessoal, organização do espaço e manutenção dos materiais.

Durante o mês de Agosto para gozo de férias.

E encerra sempre que se justifique sob o ponto de vista funcional e/ou pedagógico, com aviso prévio aos utilizadores.

 

Lotação

A proposta de lotação tem em conta as respostas que o projecto irá oferecer à população escolar e Comunidade em geral (de acordo com o quadro apresentado).

Público

Lotação

População Escolar*

Jardim de Infância

25

1º Ciclo

50

Livre Acesso

50

Livre Acesso (Em dias de chuva)

110

Comunidade local

Livre Acesso

50

Oficinas

20

*As crianças serão sempre acompanhadas por um adulto de referência, em situação de Oficina pelo professor, em Livre Acesso pelo assistente operacional.

Condições de Funcionamento

A equipa da ludobiblioteca deve garantir o estipulado no regulamento interno da rede de bibliotecas escolares e as seguintes especificidades do funcionamento da ludobiblioteca:

a) Utilização livre dos espaços que integram a ludobiblioteca;

b) Empréstimo de jogos e livros;

c) Garantir a itinerância de projectos e ateliês temáticos e pontuais e/ou de continuidade;

d) Co-responsabilização dos utilizadores em geral no sistema de empréstimo e utilização;

e) Aconselhamento técnico sobre jogos e brinquedos, destinados aos utilizadores em geral;

f) Organizar ateliês direccionados ao público em geral;

g) Emissão do cartão de sócio e quota anual.

 

Direitos dos utilizadores

1) Frequentar a ludobiblioteca e usufruir dos seus serviços.

2) Apresentar sugestões para a dinamização de actividades e projectos (caixa de sugestões).

3) Os utilizadores devem respeitar o espaço, os materiais e as pessoas que o frequentam.

 

Deveres dos utilizadores

Os utilizadores da ludobiblioteca devem cumprir o estipulado no regulamento interno da rede de bibliotecas escolares e as seguintes especificidades do funcionamento da ludobiblioteca:

  1. Manter em bom estado de conservação os materiais que lhe são disponibilizados. Quem perder ou danificar qualquer material, terá que repô-lo ou pagar a importância necessária à sua aquisição;
  2. Arrumar os materiais pedagógicos nas respectivas áreas;
  3. Contribuir para a manutenção de um bom ambiente nas várias áreas funcionais: não consumir alimentos e bebidas; não alterar o posicionamento do equipamento; não entrar na ludobiblioteca sem passar pela zona de recepção/acolhimento;

 

 

Equipa

O funcionamento da Ludobiblioteca do Alto da Peça é assegurado por uma equipa constituída por: 1 Coordenadora geral; 1 Coordenador local; 2 Ludotecários, 1 Bibliotecário e 1 Assistente Operacional.

Laboratório científico

No âmbito do desenvolvimento do Laboratório serão estabelecidas parcerias com outros

 

Empréstimo de materiais

O material deve ser requisitado e entregue junto da pessoa responsável, na área de recepção/acolhimento, para respectiva verificação.

Após a requisição, os utilizadores são os responsáveis pela sua conservação e manutenção.

 

Público individual - Só poderão fazer uma requisição de cada vez, com duração de empréstimo de uma semana. Responsabilizando-se pelo estado de conservação do material e pela devolução no prazo estabelecido.

Grupos e instituições - Os jogos e livros a requisitar depende do projecto em desenvolvimento, não podendo ultrapassar as duas semanas consecutivas.

 

O não cumprimento dos prazos estabelecidos para a devolução de material requisitado inviabiliza temporária ou definitivamente o direito a um novo empréstimo.

Em caso de dano do material requisitado deve o utilizador responsabilizar-se pela reposição do mesmo.